23 dezembro, 2013

Penteados de Cinema para As Festas de Natal

Vocês já viram que o GHD - Good Hair Day - está bombando aqui no Shakespeare de Batom, né! Hoje eu e o Rahim Hansen decidimos mostrar um pouco do que nos inspira nessa época tão gostosa e cheia de festas. Como sempre, eu aproveito o final do ano para ver (e rever!) meus filmes preferidos. Por isso, resolvi fazer uma lista com 8 penteados de filmes para o Rahim dar as dicas dele também.

007 - Operação Skyfall 



O filme: de todos os filmes de James Bond (sim, eu já assisti todos!), esse é meu preferido. Sam Mendes, o mesmo diretor de Beleza Americana, traz para as telas um lado mais humano do icônico personagem de Ian Fleming ao contar um pouco mais sobre seu passado. Tem que ver! 

O cabelo: "O penteado é um falso curto e é hit para 2014! Fica lindo e dá um novo visual sem ser definitivo. Copie: modelo cachos com um babyliss, prenda as pontas das mechas uma a uma na raiz do cabelo. Deixe as laterais bem volumosas." 


O Grande Gatsby 



O filme: sou suspeita porque, ao contrário da maioria, adorei a versão megalomaníaca de Baz Luhrmann da obra de F. Scott Fritzgerald. Preste atenção nas citações do livro e também na trilha sonora, incrível! 

O cabelo: "Cabelos colados com laque duram a noite toda. O penteado é prático e fácil de fazer em qualquer cabelo independente do comprimento. Para copiar, você deixa os fios úmidos com gel ou spray. Se o seu cabelo tiver ondas naturais, fica ainda mais bonito."



Maria Antonieta 



O filme: a versão de Sofia Coppola me encanta pelo colorido da direção de arte! Todos os detalhes visuais são absolutamente perfeitos. O roteiro é incrível e mostra uma versão bem feminina de Maria Antonieta.

O cabelo: "Esse preso desfiado pode ficar casual se for com um leve volume e um coque frouxo com fios soltos. É um coringa, mas fica incrível em rostos mais redondos, pois o volume alonga o rosto."



Dear Brigitte 


O filme: Como o cabelo de Brigitte Bardot é tão famoso quanto ela, não consigo relacioná-lo com apenas um filme. De todos os estrelados por ela, escolho o Dear Brigitte para indicar, pois não é muito conhecido e a atriz interpreta ela mesma. Super divertido!

O cabelo: "Sexy e feminino, esse penteado nunca falha! Você consegue fazer sozinha em casa deixando os fios ondulados e prendendo a parte do topo atrás com bastante volume. Pode deixar bagunçado mesmo."



Os homens preferem as loiras



O filme: acho que é o mais conhecido da Marilyn Monroe. É dele o famoso número musical "Diamonds are a girl's best friend" (os diamantes são os melhores amigos de uma garota). Um clássico, nem precisa falar mais nada. 

O cabelo: "Para cabelos de comprimento médio, basta escovar modelado com bobes. Esse penteado fica bem para quem tem o rosto redondo e vai usar uma roupa tomara que caia."



Bonequinha de Luxo


O filme: não podia faltar na minha lista. O filme com o penteado mais clássico de todos os clássicos. Pouca gente assistiu o filme, mas todo mundo conhece essa imagem de Audrey Hepburn. Minha dica: assista. Além de super divertido, você tira uns bons conselhos do filme. 

O cabelo: "O coque alto com desfiado caído pelo rosto pode ser usado com ou sem franja. Fica romântico e fino, além de alongar a silhueta. Sempre arremate esse penteado com uma fivela para ficar com um acabamento chique e prefira usar um vestido sem muitos detalhes para poder abusar de um colar mais chamativo."


Gilda



O filme: é o meu exemplo preferido do cinema noir, principalmente por retratar a femme falate (a mulher fatal), um dos elementos característicos dos filmes de suspense da época). Repare como a personagem Gilda é forte e ao mesmo tempo delicada e indefesa, adoro esse contraponto. 

O cabelo: "Esse também é o penteado hit de 2014! O lateral ondulado foi o mais pedido na minha cadeira do Vimax Beauty. É só modelar os cachos, depois soltar e pentear os fios com uma escova raquete. O segredo é o acabamento com bastante spray."



Barbarella



O filme: lançou Jane Fonda como um ícone do cinema! Adoro esse filme dos anos 60 baseado em histórias em quadrinhos. Super divertido, o filme brinca com o tema sexual e futurista. Não tem como explicar muito, assista e depois me conte. 

O cabelo: "Lindo o penteado! Qualquer perfil de mulher fica bem com esse penteado. O segredo é desfiar bem a raiz jogando as mechas para trás. Fica super sexy e você vai se sentir uma diva do cinema!"


E você, curte os penteados de cinema? Em qual diva irá se inspirar nas festas de final de ano? Deixa seu comentário aqui no blog!


16 dezembro, 2013

Filme Fashion de Tamara Mellon

Adorei o primeiro fashion film de Tamara Mellon. Para quem não conhece, ela foi diretora criativa Jimmy Choo e depois lançou sua marca própria. E seu primeiro filme já estréia arrasando! O tema? A femme fatale na sua melhor forma digna de diva do cinema noir. Adoro filmes de moda, mas esse em especial se superou. Ok, o final não me agrada muito, mas a atmosfera do curta é demais. Adoro esse clima de mistério.


Estrelado pela modelo Karlie Kloss e dirigido por Rie Rasmussen, o filme chamado de "High Heels, Sharp Knives" ou "Salto Alto e Facas Afiadas" (minha tradução livre) tem uma fotografia impressionante. Repare no contraste entre luz e sombra, incrível!



Ah, repare também nas botas usadas por Karlie chamadas de "Sweet Revenge" (ou Doce Vingança). Gente, sério, eu queria um par de botas chamado assim! Fala sério.



A designer teve como inspiração as fotografias do incrível Guy Bourdin. Separei algumas imagens dele para vocês verem. Eu curto. E vocês? 







E você , gostou do fashion film de Tamara Mellon? Curte as fotografias de Guy Bourdin? Deixa sua opinião nos comentários do blog.

13 dezembro, 2013

Desfile de Chanel - Metiers D'Art - Paris-Dallas

Dessa vez, Chanel transformou a passarela em universo cowboy, ou seria ao contrário? Talvez a moda francesa tenha invadido o Texas. Enfim, o desfile que apresentou a coleção Métiers d'Art Paris Dallas agitou Dallas, nos Estados Unidos. Além disso, também foi a estréia do filme fashion da Chanel que foi apresentado em uma espécie de drive-in em que os convidados assistiram ao filme de dentro de carros antigos. "The Return" foi escrito e dirigido pelo próprio Karl Lagerfeld.



Karl Lagerfeld contou em entrevista na página oficial da Chanel que tentou trazer a idéia do Texas de maneira romantizada. Ele não queria a imagem de comum de um cowboy como inspiração, mas sim de uma ideia, um feeling sobre esse universo.




As roupas também pareciam inspiradas na cultura dos índios norte-americanos, por mais que seus elementos típicos tenham sido substituídos por pérolas. Ainda assim, você consegue "ler" a presença da inspiração.



Os tecidos e as texturas sofisticas foram o destaque da coleção, mas o jeans também apareceu. Inclusive um dos vestidos do desfile me lembrou muito um que Miroslava Duma usou na temporada de moda em Paris no começo do ano. Você pode visualizar todas as imagens no site da Chanel, por isso nem destaquei o jeans aqui. Curti mesmo foi esse look com referência das estrelas da bandeira americana.

reprodução via chanel.com

O que eu curti mesmo foi a beleza do desfile. Li na Vogue inglesa que a intenção era um make que lembrasse o tweed (tecido característico da maison Chanel) e ao mesmo tempo pudesse parecer uma tinta de guerra. Olha que legal esses tons metálicos de maquiagem. Claro que não vamos sair assim nas ruas, mas a inspiração fica para copiar em vários looks.

reprodução vogue.com

Ainda prefiro a versão "artsy" de Chanel do que essa leitura do country. E você? O que achou? Deixa sua opinião nos comentários do blog!


10 dezembro, 2013

Editorial Karina Kulig Atelier

Melhor ainda do que ver muita arte na moda, é poder compartilhar o lindo trabalho de pessoas que gosto tanto. Recebi as imagens da campanha editorial da Karina Kulig Atelier e fiquei babando! Já sou fã da Karina há tempos, tanto como criadora de moda, quanto como pessoa. A coleção se chama Chantilly e traz vestidos com tules, gazar de seda, cetim de seda e musseline.



E sobre as fotos? A produção e o styling foi assinado pelo (maravilhoso!) artista plástico André Azevedo. Sou super fã do Andrezinho! Além disso, foi com ele que aprendi a "arte da produção", fizemos alguns editoriais da revista PKB do ParkShopping Barigui daqui de Curitiba. Nunca vou esquecer da primeira que fizemos no meio das dunas com roupas inteiras de paetês, uma loucura!


O fotógrafo de toda campanha é Antonio Wolff com quem também já pude trabalhar. Fiz parte da produção de um filme infantil que ele dirigiu, em que o André era diretor de arte inclusive. E por fim, quem assina a beleza é o Thiago Straub que, como diria minha mãe, tem o dom de deixar as Garmendias bonitas.


Este não é um publipost. Simplesmente não tinha como não mostrar as fotos por aqui. Quem tem amigos criativos e talentosos precisa se gabar um pouquinho, né.

E você, curtiu as fotos da campanha? Deixa sua opinião nos comentários do blog!

08 dezembro, 2013

Retratos - Novo livro de Ana Clara Garmendia

É com muito orgulhoemoção que publico esse post. A jornalista e fotógrafa de moda Ana Clara Garmendia lança em Curitiba seu primeiro livro. Retratos - de uma cidade do século 21 é uma obra cheia de imagens emocionantes capturadas em Curitiba, Paris, Nova York e Rio de Janeiro. Além disso, a produção das fotografias foi realizada por mim e pela Silvia Henz. Junto com Ana Clara, nós também mergulhamos de cabeça nessas histórias. Vou confessar que ainda não consegui ler os textos no livro, os mesmos que revisei durante o processo. Quando vi a primeira prova do livro e li a primeira frase, meus olhos foram tomados por lágrimas tão espontâneas quanto a obra.

Por isso, convido todos os leitores e leitoras que me acompanham a presenciar esse lançamento na Livraria da Vila no Shopping Pátio Batel. Estarei lá, e já escolhi um look da Mob.



Ah, eu também estou no livro, tanto como fotografada como com algumas imagens realizadas por mim durante a produção. Minha primeira participação em obra literária fotográfica. Espia só o livro aqui no meu escritório. Essa imagem foi feita pela Ana Clara durante um teste de luz.



Hoje, reproduzo o release oficial para divulgação na imprensa.
O vestir mostra muito mais do que um estilo de vida: revela uma sociedade, uma época. Foi com esse pensamento que a jornalista e fotógrafa Ana Clara Garmendia começou a fotografar personagens na rua. Acostumada a cobrir as grandes temporadas de moda no Brasil e no mundo, a jornalista percebeu que a moda está nas ruas tanto quanto nas passarelas. E mais. Retratar essa realidade é como congelar um momento da história.

Isabeli Fontana
Da constatação surgiu o livro “Retrato de Uma Cidade do Século 21. Com prefácio assinado pelo jornalista Alcino Leite e apresentação da consultora de moda Costanza Pascolato, o livro reúne imagens de pessoas feitas nas ruas de Curitiba, Paris, Nova York e Rio de Janeiro, mas as cidades não são o foco.

Alexandre Nero
As fotos, todas inéditas, foram feitas nos últimos três anos na técnica snap-shot. Não têm tratamento e nenhuma das pessoas se produziu especificamente para a publicação. Ou seja: o livro retrata as pessoas em sua forma mais natural. É um retrato de uma época, sem retoques. A obra traz imagens desde personalidades como o ator Alexandre Nero e a modelo Isabeli Fontana, até crianças e pessoas – de um até 104 anos de idade - desconhecidas do grande público.

Marcelo Silvério
Para selecionar os fotografados, Ana Clara levou em conta justamente o que está em alta nessa primeira década de século: a acessibilidade, a gentileza, a vontade e as diferenças, muito mais do que apenas a beleza e a estética. “As pessoas que estão no livro não tem a barreira da austeridade, da soberba. São pessoas gentis e que dão um retorno às demandas tão rápido quanto o nosso tempo exige”, declara a jornalista.

Renata Zandonadi
Grande parte das pessoas foi convidada a participar do livro, outras surgiram num momento propício para as lentes. “Eu estava na rua fotografando quando encontrei o ator curitibano Ranieri Gonzales e ele acabou entrando no livro também”, conta Ana para exemplificar a espontaneidade como as fotos foram clicadas.


Essa espontaneidade também é retrato de uma cidade cosmopolita, que pode estar localizada em qualquer lugar do mundo, pois o retrato de um século é o retrato das pessoas que vivem e se adaptam ao tempo e à realidade. O livro de Ana Clara retrata esse momento.

Adriana Bechara

Espero vocês terça-feira na Livraria da Vila no Pátio Batel em Curitiba com sessão de autógrafos da Ana Clara Garmendia. 


05 dezembro, 2013

The Return - Novo Filme de Chanel

Estou louca para assistir ao novo filme de Chanel, "The return". Já faz um tempo que saiu o teaser para ele e ontem liberaram também o trailer.

Dirigido pelo próprio Kaiser, Karl Lagerfeld, o filme de 30 minutos será exibido dia 10 no desfile Paris-Dallas Métiers nos Estados Unidos. O papel de Gabrielle Chanel é interpretado por Geraldine Chaplin. Sim, o sobrenome dela já entrega tudo: sim, ela tem a sétima arte nas veias e é filha do grande Charles Chaplin. Ou seja, um filme em que um ícone do cinema interpreta um ícone da moda. 



A história acontece no final de 1953 quando Coco Chanel retorna ao universo fashion e mais tarde reabre sua maison depois de 15 anos. Ela havia decidido interromper suas criações por causa da Segunda Guerra Mundial e existem frases célebres sobre isso, incluindo uma em que ela afirma que aquela não era época para a moda. A história de Chanel sempre esteve muito ligada aos momentos históricos.



A escolha dos EUA para o lançamento do filme também não é por acaso, afinal, apenas a mídia americana apoiou a volta de Chanel mesmo quando a imprensa francesa recebeu com frieza sua volta à criação de moda.


Agora é esperar para ver o filme completo. E você, curte fashion films? Como acha que será The Return? Deixa sua opinião nos comentários do blog!


04 dezembro, 2013

Garota GHD e Shakespeare de Batom!

Primeiro preciso dizer que é uma honra poder ter um contato próximo com as leitoras como tenho aqui no Shakespeare de Batom. Obrigada pela confiança. E que ótimo poder presentear uma leitora com uma transformação no Vimax Beauty pelas mãos do Rahim Hansen



Primeiro, vamos às perguntas respondidas? Pelo volume, selecionei as perguntas que tinham "algo em comum". A maioria das dúvidas é sobre cabelos loiros ou sobre cuidado com os fios, então hoje vou focar nesse assunto. Depois publico outras perguntas, ok? 


A Ana Carolina Souza perguntou:  
Boa noite, queria saber se cabelo elástico e quebradiço tem como recuperar ou só cortando mesmo?
Rahim Hansen: Tem como recuperar sim, Ana! Uma limpeza de pontas com tesoura é sempre bem-vinda, mas a cauterização a frio é perfeita para esses casos e resolve o problema com certeza. 

A Marcella Stelle, também blogueira, fez três perguntas: 
Gostaria de saber se qualquer tipo de cabelo pode ser platinado. Gostaria muito de ficar com o cabelo assim, é possível? Destrói muito o cabelo? 
RH: Oi Marcella. Olha, preciso ser bem sincero. Qualquer cabelo pode sim ficar platinado, mas se ficará bom aí é outra história. O dano depende muito de uma avaliação prévia pra escolher o produto e a técnica certa para o seu cabelo. Olhei a sua foto e acho que você pode sim ter um tom bem claro. 


Mais uma super dúvida: manutenção! Qual tempo aproximado para manutenção de um cabelo loiro platinado? Qual técnica usada para ficar no tom da foto? 
RH: É bem fácil Marcella. Basta usar um super clareador em coloração. O retoque depende de como a raiz cresce mesmo. 


Bruna Baptista teve um "bad hair day" e queria saber como resolver:
Eu tinha os meus cabelos loiros e tive a infeliz idéia e escurecê-los. Agora, estou me sentindo feia e desanimada. Não estava satisfeita com o loiro, mas também não estou com o preto. Também queria deixar os cabelos crescerem saudáveis, enrolados e na cor natural, mas ao mesmo tempo queria deixá-los mais curtos fazer progressiva e voltar ao loiro. E agora, como faço pra me encontrar?
RH: Olá Bruna! O primeiro passo é ter calma, tudo vai se resolver. Depois, é fundamental manter o fundo natural da sua cor. O ideal é iluminar de uma maneira sutil usando uma técnica como as mechas ombré que não são muito drásticas. Com o tempo, você vai perceber se prefere clarear mais ou menos. O ideal é ter liberdade para brincar com as cores.  

A Amanda Abicalaffe já é bem loira e queria saber como cuidar dos fios:
Qual é o melhor protetor térmico para meus cabelos loiros? E tem problema passar secador nas pontas do cabelo todos os dias para diminuir o volume? 
RH: O melhor protetor é o Anti Snap da Redken, ele realmente faz mágica! Sobre o secador, se você sempre passar a proteção térmica, pode usar diariamente sem problemas. 


E a sortuda que vai ser transformada em Garota GHD de dezembro é a.... ANA CAROLINA SOUZA! 

Logo entraremos em contato. Obrigada de novo pela participação de todas. E todas que já enviaram sua pergunta ainda estão na disputa para ser a Garota GHD de janeiro!!!!! Aguardem!!! 


02 dezembro, 2013

Tilda Swinton em Eternity Dress - Performance

Não é nada de muito novo, nem notícia de última hora, mas não posso deixar de falar sobre a performance "Eternity Dress" de Tilda Swinton em Paris no final de novembro. A atriz junto a Olivier Saillard, realizou uma nova intervenção de arte fashionista. A proposta foi apresentar uma perspectiva sobre cada etapa do complexo processo do "criar/fazer um vestido", o que ao contrário do que muitos podem imaginar, é algo tão delicado e tradicional como qualquer outra arte. 


A atriz encarna os dois papéis desse trabalho: é ao mesmo tempo criador (ao lado de Saillard) e parte do objeto (como modelo de costura). A performance faz referência a vários ícones como Cristóbal Balenciaga, Yves Saint-Laurent, Paul Poiret e Comme des Garçons. 


Para Saillard, a ideia de explorar o processo de fabricação do vestido ao invés de ressaltar o resultado quer mostrar que um simples vestido está mais ligado com ser chique do que com a ostentação. O The Daily Beast escreveu que tiramos dessa performance "o tipo de paciência e perfeccionismo preciso para criar algo belo"


Termino com a frase do Daily Beast: 

"A moda não é democracia; a maioria das coisas não é feita com todo esse cuidado. Mas assistir a esse processo é honrá-lo e pensar na mágica de todos os gestos acumulados que produzem os desenhos em que envolvemos nossos corpos."



E você, como enxerga a moda? Para você, a moda é apenas futilidade ou significa "algo mais"? Escreva sua opinião nos comentários do blog. 

Conversa com Jorge Bischoff em Curitiba


Primeiro quero agradecer muito a todas as leitoras, e leitores (!), pelo apoio com o blog. Recebi muitos feedbacks positivos desde que resolvi escrever meus devaneios fashionistas e de beauté no Shakespeare de Batom, e hoje as coisas estão tomando uma nova proporção. Obrigada por me acompanhar ao longo desse caminho.
Sou inquieta e me envolve com, pelo menos, quatro coisas diferentes ao mesmo (atuo como redatora de conteúdo, diretora de teatro, escrevo também no Entenda os Homens (todas as quartas!) e em breve no Revê de Mode (uhuuul, novidade fresquinha hein!), faço freelas como fotógrafa de street style). Para dar uma força por aqui, quero dar as boas-vindas ao Victor Hugo Reis que fará colaborações, por enquanto cobrindo eventos de moda de Curitiba. As leitoras comentavam que sentiam falta de acompanhar o que acontece na cidade, então aqui vai. Obrigada pela sugestão! 

Conversa com Jorge Bischoff

Semana passada, Jorge Bischoff comemorou por aqui os 10 anos da marca. O Victor Hugo aproveitou o evento para conversar com o designer que elogiou bastante Curitiba.


Ele foi logo perguntando qual era a inspiração para fazer sapatos e acessórios tão badalados. Victor conta que, ao falar com Jorge Bischoff, conseguiu enxergar sua satisfação em desenhar peças para as mulheres se sentirem poderosas e confortáveis. Aí eu pergunto: será que conseguimos ter conforto e sapatos poderosos ao mesmo tempo? Difícil, mas parece que sim.

As impressões do Victor sobre o evento foram ótimas. Para ele, o dourado da decoração lembrou toques de ouro e o clima era de celebração. As mulheres fizeram fila para o designer autografar seus sapatos recém-comprados.


“Achei isso bem diferente. As mulheres tratam o designer de seus sapatos favoritos como a um ídolo. O que achei curioso foi esse frisson em volta dos sapatos autografados. Quer dizer, no evento senti que o sapato de Jorge Bischoff não deixa de ser uma espécie de obra de arte. Só que diferente de uma obra-prima que é única, o produto pode ser adquirido em larga escala.”

Curti essa percepção do Victor e fiz questão de destacar. Vale pensar sobre isso. Ah, eu também fui conhecer pessoalmente o designer de tantos pares no meu closet, inclusive do meu preferido, o sapato rosa pink com um laço enorme que praticamente já anda sozinho pela cidade, não desgruda do meu pé.

fotos reprodução / Diego Pisante

E você, está curtindo ver os eventos de Curitiba por aqui? Deixa sua opinião nos comentários do blog!